Iluminação e cuidados para fotografia e retrato – DICAS

TREV_BLOG_ILUMINACAO

Desde que a fotografia surgiu e se popularizou, a foto de estúdio (e também em muitos casos, externas) se tornou algo comum e corriqueiro para fotógrafos, porém, existem cuidados que devem ser tomados e detalhes minuciosos que fazem muita diferença.

– Iluminação

A luz contínua de LED STUDIO  é superior e recomendada para esse tipo de fotografia, por ser uma luz fria, não emite tanto calor (e acredite, a modelo vai agradecer por isso) e tem uma durabilidade superior a luzes halógenas, de tungstênio ou fluorescente.

Existe MILHÕES (sim, são muitas mesmo) de maneiras de criar sua iluminação, tudo vai depender do efeito que você deseja aplicar. Porém, Clicio Barroso, um dos grandes nomes da fotografia, listou alguns detalhes que devem ser levados em conta na hora de fotografar retrato.


 Dicas de Clicio Barroso

1 – Cabelo

O cabelo fica com melhor aspecto quando parcialmente iluminado por trás, dando algum brilho.

2 – Testa A menos que tenha a sombra do cabelo, a inclinação da testa pode refletir uma iluminação forte e parecer e parecer demasiado exposta. Aqui a luz difundida poderá reduzir este problema.

3 – Olhos Normalmente precisam de um bom preenchimento de sombra para evitar que fiquem muito escuros.

4 – Nariz Não há problemas especiais na iluminação do nariz, embora possa ser necessário evitar que pareça demasiado proeminente. Uma luz forte cruzada irá produzir uma sombra e acentuar o nariz. Uma iluminação menos óbvia será mais eficaz.

5 – Maçãs do rosto Fator importante nos retratos. As maçãs do rosto fortes e altas são particularmente fotogênicas.

6 – Boca A boca não causa geralmente problemas de iluminação. Devemos ter algum cuidado com batons mais escuros,em imagens P&B e também a cores, poderão parecer, mais proeminentes.

7 – Queixo Com iluminação por cima, vantajosa em alguns casos pode criar uma grande sombra, será boa ideia colocar por baixo do queixo um refletor.

8 – Orelhas Se o modelo tem as orelhas grandes, apenas uma alteração da pose pode ajudar. Uma pose a três – quartos é melhor do que de frente.


 – Distância entre fotógrafo e fotografado

 TREV_POSICAO

Robert Capa, fotógrafo húngaro do século XX, dizia “se sua foto não está suficientemente boa, então você não está suficientemente perto”. Ele tinha quase 100% de razão, o grande problema é a lente que você utiliza para fotografar. As lentes Grande Angulares possuem o problema de distorcer o assunto da fotografia, ainda mais em um estúdio onde o espaço para se fotografar costuma ser pequeno. O ideal para fotografia retrato, são as lentes Tele Objetivas, pois a distorção é menor (que é o nosso objetivo) e a imagem se torna “mais plana”, com menos tridimensionalidade.

 – Não fotografe 3×4

Sabe aquela tradicional foto que tiramos para nossos documentos? Rosto frontal, queixo alinhado, ombros virados para o fotógrafo. Esqueça tudo isso (a não ser que esse for o seu propósito).

O ideal, e o que irá transformar as fotografias em imagens únicas, é você conhecer a personalidade da pessoa (com alguns minutos de sessão, tenho certeza que você irá perceber como o fotografado é), brinque com as poses, deixe os ombros inclinados, ou em posição de 90º (mas cuidado se o rosto estiver voltado para a câmera, pois as rugas no pescoço são inevitáveis).

Como em outras áreas da fotografia, criar sua própria maneira de fotografar é questão de tempo, e inovar faz parte disso. Procure pesquisar e se inspirar em fotógrafos que você admira, para assim, pegar um pouco do estilo de cada um, e criar as suas próprias fotografias. Assim, você terá um diferencial para um mercado tão saturado da mesmice, como é a fotografia.